logo_branca_ufpr

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ


UNIVERSIDADE
FEDERAL DO PARANÁ

Podcast sobre diversidades e projeto de educomunicação realizado em Colombo conquistam premiação nacional

Projetos do Departamento de Comunicação da Universidade recebem Prêmio Expocom. Foto: Marcos Solivan / Sucom-UFPR

 

A Exposição de Pesquisa e Produção Experimental em Comunicação (Expocom) é organizada anualmente pela Sociedade Brasileira de Estudos Interdisciplinares da Comunicação (Intercom). O evento tem o objetivo de reconhecer os melhores trabalhos produzidos por estudantes da área no Brasil. Dois projetos concebidos no Departamento de Comunicação (Decom) da Universidade Federal do Paraná (UFPR) estão entre os vencedores da edição de 2021.

A seguir, conheça parte das ações extensionistas do Núcleo de Comunicação e Educação Popular (NCEP) da Universidade e o podcast DiversiVozes, destaques no 28° Prêmio Expocom.

Núcleo de Comunicação e Educação Popular

O NCEP atua em três frentes. “Para além do Gueno” é uma delas. A iniciativa, que concorreu na categoria de produção transdisciplinar, foi considerada o melhor projeto de extensão da Expocom. Realizar oficinas de educomunicação durante as aulas de português é a proposta da parceria estabelecida desde 2018 entre o Núcleo e o Colégio Estadual João Gueno. A instituição de ensino está localizada no bairro São Dimas, em Colombo, na Região Metropolitana de Curitiba.

O coordenador do NCEP, José Carlos Fernandes, celebra com os estudantes da UFPR e os alunos e professores da escola a conquista de ter o trabalho reconhecido por um dos maiores certames do campo da comunicação na América Latina. 

Professor Zeca, como é conhecido na Universidade, expressa alegria ao fazer referência ao espaço que os projetos de extensão, que operam numa lógica diferente dos produtos de comunicação, receberam no evento. “O extensionista não ‘faz para’, ele ‘faz com’. O trabalho de extensão não é um produto, é resultado de inúmeras relações. Por isso o prêmio torna-se tão importante, porque o projeto difere dos outros produtos jornalísticos feitos com uma pequena equipe. Esse não. Ele é educomunicação, é feito com a comunidade. Significa muito para todos nós”.

Participam do NCEP discentes de todos os períodos dos três cursos do Decom – Jornalismo, Publicidade e Propaganda e Relações Públicas. Na visão do professor do Programa de Pós-Graduação em Comunicação (PPGCom) da Federal do Paraná, a parceria e a horizontalidade permitem que a conquista seja ainda maior. “Todo o esforço para que seja coletivo acaba gerando uma alegria coletiva. A festa é maior porque não fui eu que ganhei o prêmio, foi todo esse esforço”, comemora.

Com a colaboração do colégio em Colombo, o NCEP produziu dois livros. “De pés no chão: o São Dimas que vivemos”, a partir das vivências das oficinas de redação, escrita e entrevista; e “O meu, o seu, o nosso São Dimas”, com temas relacionados à comunidade. As atividades em conjunto levaram à construção de um site, e deram vida à revista Janelas Abertas, idealizada durante as oficinas on-line ministradas ao longo da pandemia de Covid-19.

DiversiVozes 

O podcast DiversiVozes conquistou o título de melhor produção laboratorial em áudio e radiojornalismo. O trabalho foi desenvolvido por estudantes do curso de Jornalismo da UFPR na disciplina de Comunicação e Diversidade, ministrada pela professora Valquíria Michela John. 

Ana Salles, aluna líder do projeto, vê o prêmio como uma deferência à universidade pública. “Para mim, o reconhecimento do DiversiVozes significa reconhecer a importância de dar voz às minorias. E de falar sobre assuntos que são pouco abordados, além de mostrar que há produções de qualidade na universidade pública, o que é muito importante – nos dias de hoje, mais do que nunca”, afirma.

O podcast apresenta diferentes perspectivas sobre temas como deficiência, gênero e religião. Proporcionar o debate dos assuntos é motivo de orgulho para a futura jornalista, que está no último período. “Eu recebo o prêmio com muita alegria, mas também com orgulho de ter participado de uma disciplina tão importante”, externa Ana. 

Os episódios de DiversiVozes são lançados semanalmente. Os dois primeiros já estão disponíveis na página do Jornal Comunicação no Spotify. Ouça aqui.

Prêmio Expocom

O regulamento da premiação compreende três etapas: local, regional e nacional. Na primeira, o estudante deve submeter o trabalho à seleção feita pela universidade com a qual tem vínculo. A Instituição de Ensino Superior (IES) classifica as melhores produções para a segunda fase, momento em que são avaliadas por região – Centro-Oeste, Nordeste, Norte, Sudeste e Sul – pela comissão da Intercom. Ao final, são selecionados cinco finalistas em cada categoria. A etapa nacional reúne os trabalhos vencedores das regiões.

A 28ª edição do Prêmio Expocom ocorreu de forma remota, com transmissões ao vivo. A premiação simbólica, com reconhecimento público e entrega de certificados, foi realizada como parte da festa de encerramento do 44º Congresso Brasileiro de Ciências da Comunicação. O evento, promovido pela Intercom no período de 4 a 9 de outubro, na modalidade virtual, contou com apoio institucional da Universidade Católica de Pernambuco (Unicap).

Confira os vencedores do Prêmio Expocom 2021

 

Por Letícia Ribeiro

Sob orientação de Bruna Bertoldi Gonçalves

pt_BRPortuguese