Docentes do Depac apresentam a vice-reitora proposta para incubar primeira startup de Letras da UFPR

05 outubro, 2018
17:32
Por
0
UFPR

Nesta quinta-feira (4), os professores do Departamento de Polonês, Alemão e Letras Clássicas (Depac) Paulo Soethe e Thiago Mariano, além do coordenador de mobilidade e políticas linguísticas da Agência UFPR Internacional (AUI), Luiz Gardenal, apresentaram à vice-reitora Graciela de Muniz uma proposta de incubação de uma startup na área de ensino da língua alemã.

Também estavam presentes na reunião o professor Hans-Joachim Althaus, diretor do Instituto TestDaF e representante da associação alemã g.a.s.t. (sigla para “Sociedade de Preparação para a Vida Estudantil e Desenvolvimento de Testes”), e a professora Catarina Portinho Nauiack, do Departamento de Teoria e Prática de Ensino (DTPEN) da UFPR.

Da esq. para a dir.: professores Luiz Gardenal, coordenador de mobilidade e políticas linguísticas da AUI; Thiago Mariano; e Paulo Soethe, do Depac; a vice-reitora Graciela de Muniz; Hans-Joachim Althaus, da empresa g.a.s.t.; e Catarina Portinho Nauiack, do DTPEN. Foto: Nicolle Schumacher/Sucom-UFPR

De acordo com o professor Soethe, o projeto consiste na incubação da start-up DigitALE (“ALE”, em referência a “alemão como língua estrangeira”), que se dedicará a adaptar e oferecer uma ferramenta de educação a distância para o ensino de alemão, a DUO. “Estamos acompanhando com muito interesse essa possibilidade, que é iniciativa de nossos alunos e egressos”, conta.

Althaus, por sua vez, reforçou a proposta como “uma inciativa de política linguística, mais do que a venda de um produto”. Ele ressaltou que a parceria ajudaria a fomentar a interface entre universidade e sociedade.

Segundo o grupo, a intenção da visita foi prospectar a viabilidade de a iniciativa receber apoio da gestão. Esse pode vir a ser o primeiro caso de incubação de uma empresa de Letras na universidade.

Durante a reunião, a vice-reitora Graciela de Muniz comentou que as Ciências Humanas também ganhariam com o ingresso em processos digitais. “Muitas vezes esquece-se das Humanidades e é importante que a tecnologia seja disseminada em todas as áreas”.

Leia mais sobre inovação na UFPR neste link.

Sugestões

14 agosto, 2023

Desenvolvido na UFPR por parceria internacional, magneto molecular Dy(pn)Cl pode ajudar a investigar o ambiente químico em torno […]

10 agosto, 2023

No último dia 03, aconteceu a posse da nova Direção do Setor Palotina, Gestão 2023 – 2027, com […]

09 agosto, 2023

O projeto de extensão “Pré-Vestibular Comunitário”, do setor Palotina da Universidade Federal do Paraná (UFPR), está com inscrições […]

07 agosto, 2023

A série “Cientistas do Brasil” é uma produção que mostra a ciência produzida por pesquisadores das Instituições Federais […]