Professoras da UFPR têm obra de Sociologia aprovada em Programa Nacional do Livro Didático

07 agosto, 2017
12:56
Por Lais Murakami
0
Ensino e Educação

O livro didático “Sociologia”, produzido por três professoras da Universidade Federal do Paraná – duas aposentadas e uma coordenadora da Pós-Graduação em Sociologia – foi uma das cinco obras da disciplina aprovadas no Programa Nacional do Livro Didático (PNLD) 2018 em todo o Brasil.

As sociólogas Silvia Maria de Araújo, Benilde Lenzi Motim – docentes aposentadas da UFPR – e Maria Aparecida Bridi – professora do Departamento de Sociologia e do Programa de Pós-Graduação em Sociologia da UFPR – produziram juntas um livro didático para a disciplina de Sociologia que aborda os três pilares da ciência de maneira diluída: Antropologia, Sociologia e Política.

A ideia de elaborar o material surgiu quando a Sociologia passou a ser obrigatória nas escolas. “Consideramos importante que os professores tivessem um apoio didático e sabíamos que eram escassas as obras didáticas de Ciências Sociais. Acreditávamos que os manuais de Sociologia, os livros de Introdução à Sociologia, que eram bastantes conceituais, não despertariam interesse dos alunos do ensino médio”, relata Silvia.

O processo de produção do livro envolveu muita pesquisa para selecionar imagens, poesias, músicas e outros recursos que permitissem aos estudantes e professores pensar sobre os conteúdos expostos. Segundo Benilde, um livro didático compreende o uso de várias linguagens. “Fazer um livro didático exige o domínio de conteúdo, envolvendo abrangência e atualização, sem descuidar do trabalho de síntese. Ainda, a criatividade no uso da linguagem, na elaboração de exercícios e atividades reflexivas sobre a realidade social. A nossa ideia foi convidar os estudantes a analisar e entender a realidade social, política, cultural e econômica, a partir das ferramentas teóricas e metodológicas da Sociologia. Tudo isso utilizando de uma linguagem atraente aos jovens nesse nível de ensino”, conta.

Essa mesma obra já havia sido aprovada no PNLD de 2015 e, naquele período, atingiu mais de um milhão de estudantes dos vários estados brasileiros. O livro é destinado aos jovens da segunda fase da Educação Básica (Ensino Médio), com idade entre 14 a 18 anos.

Programa Nacional do Livro Didático (PNLD)

O PNLD é um programa do Ministério da Educação (MEC) do Governo Federal que tem como principal objetivo subsidiar o trabalho pedagógico dos professores por meio da distribuição de coleções de livros didáticos aos alunos da Educação Básica. A cada ano o MEC adquire e distribui livros para todos os alunos de um nível da educação.

Os materiais distribuídos às escolas públicas de Educação Básica do país são escolhidos pelas instituições, desde que inscritos no PNLD e aprovados em avaliações pedagógicas, hoje realizadas em parceria com universidades públicas em todo o país.

A obra das professoras da UFPR já enfrentou a fase de aprovação no programa e agora passará pelo aval dos professores de Sociologia das escolas, que escolherão quais os livros, entre os aprovados, serão efetivamente usados pelos estudantes.

Material de qualidade

As autoras destacam que essa política pública é fundamental para dar acesso a materiais bibliográficos nas várias disciplinas do Ensino Médio aos estudantes das escolas públicas. “Para muitos jovens brasileiros o livro didático consiste no único livro lido. É um recurso que contribui para reduzir a evasão escolar”, conta Maria Aparecida.

As professoras já vivenciaram as dificuldades de trabalhar com a Educação Básica sem recursos satisfatórios e, por isso, valorizam essa política que dá acesso a textos de qualidade tanto a alunos quanto a professores.

O PNLD representa um grande avanço para a educação no Brasil, principalmente pelo fato de estudantes da Educação Básica terem a oportunidade de usufruir de livros didáticos distribuídos gratuitamente nas escolas. São materiais elaborados por professores de universidades que possuem qualidade teórica e metodológica.

Podemos dizer que esse livro é uma contribuição nossa e da universidade para com o ensino no país. É a concretização de um projeto das autoras para a melhoria do Ensino Básico, a partir da universidade, considerando a experiência de trabalho no ensino de Sociologia, na formação de professores e o diálogo com o Ensino Médio”, dizem as professoras.

Confira o livro na íntegra. 

Sugestões

14 agosto, 2023

Desenvolvido na UFPR por parceria internacional, magneto molecular Dy(pn)Cl pode ajudar a investigar o ambiente químico em torno […]

10 agosto, 2023

No último dia 03, aconteceu a posse da nova Direção do Setor Palotina, Gestão 2023 – 2027, com […]

09 agosto, 2023

O projeto de extensão “Pré-Vestibular Comunitário”, do setor Palotina da Universidade Federal do Paraná (UFPR), está com inscrições […]

07 agosto, 2023

A série “Cientistas do Brasil” é uma produção que mostra a ciência produzida por pesquisadores das Instituições Federais […]