PRA faz trabalho de prevenção em prédios da Reitoria e DCE

01 fevereiro, 2014
16:59
Por
0
UFPR

Trabalho de segurança iniciará pelo complexo da reitoria, incluindo o prédio do Diretório Cetral dos Estudantes

 

Imagem do prédio do DCE atualmente, na Rua General Carneiro

Imagem do prédio do DCE atualmente, na Rua General Carneiro

“Prevenir é o melhor remédio”. A frase é clichê, mas traduz o espírito da administração da Universidade Federal do Paraná (UFPR) quando a segurança da comunidade acadêmica entra em discussão. Por este motivo a instituição lançou no último dia 21 o Projeto Viva, iniciativa que visa disseminar e desenvolver trabalhos na universidade voltados para a sustentabilidade e segurança. No escopo do projeto existe o programa Rota de Fuga, criado para buscar alternativas de segurança aos edifícios da UFPR em situações de emergência.

A Pró Reitoria de Administração (PRA) iniciou um trabalho em parceria com o Corpo de Bombeiros do Estado do Paraná para vistoriar todos os prédios e espaços da universidade. O trabalho de adequação iniciará em breve com o Edifício Dom Pedro I, no complexo da Reitoria, que necessita de uma escada de incêndio e uma rota de fuga para o caso de fogo. Uma dificuldade é o fato do prédio ser tombado pelo Patrimônio Histórico, já que a instalação da escada alteraria as características originais da fachada. “Aguardamos a visita do corpo de bombeiros para que possamos planejar a melhor forma de executar as adequações necessárias para garantir a segurança da nossa comunidade e ainda preservar nosso patrimônio”, afirmou o pró-reitor de administração, Álvaro Pereira de Souza. Além do  complexo da reitoria e DCE, o prédio histórico na Praça Santos Andrade e as usinas piloto A e B, no Centro Politécnico, também estão com os projetos concluídos e o início das obras será breve. A previsão de conclusão de todos os trabalhos é  ainda para 2014.

Em reunião recente com o Setor de Ciências Humanas, Letras e Artes (SCHLA), a professora Maria Tarcisa Bega, diretora do setor, também ressaltou a importância de melhorias na estrutura da chamada Casa Amarela, espaço cedido pela Funpar para abrigar, entre outras unidades do setor, o Departamento de Letras Estrangeiras Modernas, o DELEM. Segundo indicado os principais problemas envolvem a iluminação e também a segurança. A PRA aguarda uma lista com as inconformidades do prédio para tomar providências e solucioná-las.

DCE

Outra grande preocupação é com o prédio do Diretório Central dos Estudantes (DCE), na rua General Carneiro. O local é normalmente utilizado para reuniões e atividades culturais, eventos que costumam contar com certa aglomeração de estudantes. Em anos anteriores a universidade já havia interditado o diretório após inspeções de técnicos da Prefeitura da Cidade Universitária (PCU), que constataram que era necessário realizar obras de reparo e adequação para ter mais segurança. Em novembro do ano passado, após recomendação do corpo de bombeiros, o prédio foi mais uma vez interditado pela PRA pois oferecia diversos riscos aos frequentadores, desde janelas com esquadrias avariadas, que apresentavam perigo de queda, até a não existência uma rota alternativa de fuga – a única escada de acesso é estreita e não oferece condições adequadas de circulação em caso de emergência.

Segundo o pró reitor de administração, a segurança dos estudantes sempre foi uma prioridade, e a universidade assumiu o compromisso junto ao DCE de reformar e devolver o espaço ao diretório, absolutamente adaptado às normas de segurança e apto às atividades para as quais o edifício foi projetado. “Não podemos mais conviver com tragédias como a que ocorreu em Santa Maria. A segurança da nossa comunidade acadêmica é muito importante. Sabemos da importância do espaço para o DCE e para os estudantes, pois é um espaço plural de manifestações culturais, reuniões e também de um exercício de cidadania através do movimento estudantil. Por este motivo nos comprometemos a realizar os trabalhos necessários para, depois, devolver o espaço ao DCE”, afirmou Álvaro Pereira de Souza. Além da reforma e devolução do espaço já ocupado pelo diretório, o DCE receberá mais área útil, já que o primeiro e o sexto andar serão desocupados e adequados ao uso dos estudantes. Atualmente nestes andares funcionam um escritório administrativo do Sistema de Restaurantes Universitários e um centro cultural. A acessibilidade também foi contemplada no projeto de restauro e a construção será plenamente adaptada.

Veja algumas fotos da situação atual do prédio do Diretório Central dos Estudantes:

Imagem DCE

Imagem DCE

Por Pró-Reitoria de Administração da UFPR

Sugestões

14 agosto, 2023

Desenvolvido na UFPR por parceria internacional, magneto molecular Dy(pn)Cl pode ajudar a investigar o ambiente químico em torno […]

10 agosto, 2023

No último dia 03, aconteceu a posse da nova Direção do Setor Palotina, Gestão 2023 – 2027, com […]

09 agosto, 2023

O projeto de extensão “Pré-Vestibular Comunitário”, do setor Palotina da Universidade Federal do Paraná (UFPR), está com inscrições […]

07 agosto, 2023

A série “Cientistas do Brasil” é uma produção que mostra a ciência produzida por pesquisadores das Instituições Federais […]