logo_branca_ufpr

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ


UNIVERSIDADE
FEDERAL DO PARANÁ

Plataforma virtual para diálogo com jovens, desenvolvida pela UFPR, ganha prêmio nacional

Lançamento do Participatório em agosto de 2013. Foto:Reprodução

Participatório. Este é o nome da plataforma virtual inspirada nas redes sociais e desenvolvida por pesquisadores da UFPR/Centro de Computação Científica e Software Livre (C3SL) e que conquistou os prêmios nacional nas modalidades Setor Público e na de Interesse Público. A Plataforma, acessada atualmente por aproximadamente 12 mil usuários – ativistas, pesquisadores, integrantes de movimentos sociais – foi criada com o objetivo de dialogar, interagir com a juventude brasileira, por meio do endereço eletrônico http://participatorio.juventude.gov.br/

A solenidade de premiação desta 10º edição do concurso foi realizada em São Paulo e contou com as presenças do ministro-chefe da Casa Civil, Gilberto Carvalho; e de Severine Macedo, da Secretaria Nacional da Juventude, órgão esse que solicitou à UFPR o desenvolvimento da pesquisa que deu origem ao Participatório. Representaram a Federal do Paraná na entrega do prêmio – concedido pela Revista Arede/Itaú Cultural – os professores Marcos Sunyê, diretor do Setor de Ciências Exatas; e o chefe do Departamento de Informática, Marcos Castilho, além dos alunos de graduação que integram o projeto.

Ouvir mais para errar menos

Pesquisadores e estudantes na cerimônia de entrega dos prêmios. Foto: Reprodução

Segundo esses docentes, para que a Plataforma cumprisse com eficiência seu papel – debater, produzir e divulgar conteúdos relacionados às políticas públicas de juventude – foram empenhados esforços para que a navegação fosse funcional e segura. Os usuários, assim, podem participam de debates – um deles teve como tema a reforma política – criem perfis, enfim, debatam e conheçam opiniões de pessoas de todo o Brasil. “Essa interatividade é tudo o queremos”, afirmou o ministro da Casa Civil e ex-aluno da UFPR, pois “quando a gente ouve, erramos menos. Essa, com certeza, será uma ferramenta de comunicação que auxiliará o Governo nas tomadas de decisão”.

Os professores destacam que o site criado com o objetivo de abrigar conteúdo aberto, irrestrito ao que ali for publicado passa, no entanto, por um monitoramento para evitar que não seja desviado o propósito para o qual foi criado. O site está hospedado dentro do C3SL, que conta com estrutura qualificada e conexão com banda eficiente para suportar uma considerável quantidade de usuários conectados ao mesmo tempo.

Três grandes eixos

A plataforma do Participatório foi estruturada em três grandes eixos: Núcleo de Estudos de Pesquisa, que vai reunir as publicações, acervos e articulação do conhecimento sobre a temática juvenil; o Núcleo de Comunicação e Mobilização, responsável pela divulgação de conteúdos nas redes sociais e pelas ações de mobilização presencial; e o Núcleo de Desenvolvimento Digital, que se dedicará ao desenvolvimento da plataforma virtual.

Diante de seis opções, a plataforma escolhida foi o Elgg (www.elgg.org), utilizada em instituições como rede social organizacional. O Ellg é uma plataforma escrita em PHP, código estudado pelos programadores do C3SL e ajustado para que atendesse os requisitos do projeto. Alguns critérios foram levados em conta para seleção do sistema, entre eles, maturidade, volume de usuários, tamanho da comunidade de desenvolvedores, e nível de suporte.

Além de pesquisadores e estudantes da UFPR, profissionais da Universidade Federal do Rio de Janeiro também colaboraram no desenvolvimento do Participatório. Mais informações podem ser obtidas em c3s/ufpr.br

Por  Celsina Favorito

Sugestões

Capitães da areia é a obra do mês de agosto do Clube do Livro
A segunda temporada do Clube do Livro, promovida pelo Sistema de Bibliotecas (SiBi) da Universidade...
Projeto de extensão Ciência para Todos está com inscrições abertas para alunos da UFPR
O projeto de extensão “Ciência para Todos” está com inscrições abertas para o processo seletivo e trainee....
Projeto da UFPR oferece treinamento gratuito de futebol para meninas
Com o objetivo de trabalhar o desenvolvimento integral de meninas entre 10 e 14 anos através da prática...
Inscrições para cursos extensivos do Celin para novos alunos iniciam em 7 de agosto
As inscrições para os cursos extensivos ofertados pelo Centro de Línguas e Interculturalidade (Celin)...