ufpr_bcopng

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ


UNIVERSIDADE
FEDERAL DO PARANÁ

Pesquisa de mestrado indica que terapia on-line pode ser tão eficiente quanto a presencial

O estudo de mestrado realizado no Programa de Pós-Graduação em Psicologia da UFPR concluiu que as sessões de psicoterapia on-line não pareceram prejudicar a evolução dos voluntários. A pesquisa foi realizada com dois pacientes do Centro de Psicologia Aplicada. Eles foram atendidos em 15 sessões de terapia, parte delas foi realizada de maneira presencial e a outra parte via Skype, um software para comunicação pela internet. “O objetivo foi comparar sessões de psicoterapia presenciais com on-line, para ver se tinha diferença em relação ao processo, resultado e relação terapêutica”, explica Vitória Baldissera de Souza, que foi orientada pela professora Jocelaine Martins da Silveira.

Vitória defendeu a dissertação de mestrado em abril desse ano, justamente no início da pandemia de coronavírus no Brasil. Foi quando ela percebeu que a pesquisa poderia ajudar os colegas a continuar atendendo os pacientes mesmo durante o isolamento, usando a modalidade não-presencial. “Muitos psicólogos se viram obrigados a fechar seus consultórios e até ficar sem renda porque não sabiam como atender on-line. Apesar do Conselho Federal de Psicologia regulamentar a prática, há pouquíssimos estudos brasileiros sobre o tema e quase nenhuma orientação prática e técnica de como atender”, relembra.

 

A pesquisa de mestrado sobre psicoterapia on-line virou livro. Fonte: Freepick/Divulgação.

Qualidade do atendimento on-line

A pesquisa realizada por Vitória também estabeleceu alguns fatores importantes para garantir a qualidade do atendimento on-line e, dessa forma, o resultado positivo das sessões de terapia. O ambiente do terapeuta precisa estar bem iluminado, com boa acústica e o profissional precisa ter equipamentos de qualidade, como computador, webcam, software de proteção de dados do usuário e boa conexão de internet. “O terapeuta também deve se certificar que o cliente está ciente dos riscos de vazamento de dados inerentes ao uso da internet”, alerta.

Livro

Com a pesquisa finalizada, a psicóloga percebeu que o resultado poderia ser útil para os colegas de profissão. Ela entrou em contato com Nara Helena Silva, que realiza pós-doutorado na Universidade de São Paulo (USP) sobre psicoterapia on-line. As duas, em colaboração com a mestre em psicologia pela UFPR Maria Fernanda Monteiro, lançaram um livro chamado Psicoterapia On-line: manual para a prática clínica. A obra explica o que é a psicoterapia on-line, como atender crianças, casais e grupos nessa modalidade e sobre os cuidados técnicos e práticos do atendimento on-line. O livro está disponível nesse link.

Sugestões

Progepe lança atividade de saúde e longevidade para aposentados
Aposentadoria nunca foi sinônimo de inatividade. Pensando na qualidade de vida dos servidores aposentados,...
Ciência UFPR: Molécula-ímã tem potencial para revelar a bioquímica por trás de doenças
Desenvolvido na UFPR por parceria internacional, magneto molecular Dy(pn)Cl pode ajudar a investigar...
“A SBPC é a marca de que o Brasil acredita e produz ciência da mais alta qualidade”, diz ministra do MCTI
Entre 23 e 29 de julho, aconteceu na Universidade Federal do Paraná (UFPR) a 75ª Reunião Anual da Sociedade...
Série sobre a ciência produzida nas Universidades brasileiras estreia na TV Brasil
A série “Cientistas do Brasil” é uma produção que mostra a ciência produzida por pesquisadores das Instituições...