logo_branca_ufpr

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ


UNIVERSIDADE
FEDERAL DO PARANÁ

Oficinas Infantis: Hip hop, lendas de Antonina e muito mais no Festival de Inverno

Desde segunda-feira (19/07) as Oficinas Infantis do Festival de Inverno da UFPR movimentaram o Colégio Estadual Rocha Pombo, em Antonina. Hip Hop, lendas locais e a tradicional festa do boi são alguns dos temas trabalhados, que conta também com oficina de desenho e de movimentos e brincadeiras.

Festival de Inverno da UFPR 2016
Festival de Inverno da UFPR 2016

Break e cultura periférica

O ministrante Caio Fábio já faz parte da história do Festival de Inverno, está no seu décimo ano, trazendo atividades ligadas à cultura do Hip Hop. O foco da oficina “Danças e músicas urbanas” é o break, começando com movimentos básicos o professor vai ensaiando uma coreografia para apresentação no sábado, dia de resultado das ações de extensão.

Além da dança, Caio Fábio apresenta outros elementos do Hip Hop como o trabalho de DJ e MC, também fala sobre graffiti e B. Boys. O professor conta como é interessante voltar ao festival e ver a evolução de seus alunos e o interesse crescente no tema da oficina.

Jean Matsumoto, o Japa, acompanha o trabalho de Caio Fábio desde o início, ele já dançava break quando soube da oficina em sua primeira edição e ao lado do primo resolveu acompanhar a iniciativa. Depois da experiência, Japa, que já era dançarino, se tornou professor e montou sua própria oficina de Hip Hop na cidade.

Lendas de Antonina

A ministrante Juliane Souto trouxe para o festival a oficina “Em Antonina tem… a lenda vira cena”, que explora o folclore da cidade.

A professora apresentou a lenda do Pirata Zumiro contada por meio do varal “nessa história tem”, onde três figuras representam uma história que vai sendo descoberta coletivamente e instigou os participantes a pesquisarem sobre lendas da cidade que recebe o festival.

A partir da pesquisa as crianças repetiram a experiência contando as histórias das lendas locais com desenhos pendurados no varal. A atividade continua com a montagem de uma peça com manipulação de objetos que representam os personagens da história descoberta. As lendas escolhidas foram da Noiva do Porão e da Cigana Bartira.

Bumba meu boi

As batucadas da festa do boi ressoaram no Colégio Rocha Pombo, ministrada por Vitor Hugo Silvério, a oficina “Bumba meu boi” trouxe um pouco da festa popular que anima cidades por todo o Brasil e é tradição em Antonina. Com atividades musicais o professor ensinou os ritmos do bumba e logo nas primeiras aulas os alunos já acompanhavam as batidas iniciais que animam a festa. O professor apresenta aos alunos os elementos, personagens e trajes típicos ligados à manifestação cultural.

Sugestões

Capitães da areia é a obra do mês de agosto do Clube do Livro
A segunda temporada do Clube do Livro, promovida pelo Sistema de Bibliotecas (SiBi) da Universidade...
Projeto de extensão Ciência para Todos está com inscrições abertas para alunos da UFPR
O projeto de extensão “Ciência para Todos” está com inscrições abertas para o processo seletivo e trainee....
Projeto da UFPR oferece treinamento gratuito de futebol para meninas
Com o objetivo de trabalhar o desenvolvimento integral de meninas entre 10 e 14 anos através da prática...
Inscrições para cursos extensivos do Celin para novos alunos iniciam em 7 de agosto
As inscrições para os cursos extensivos ofertados pelo Centro de Línguas e Interculturalidade (Celin)...