logo_branca_ufpr

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ


UNIVERSIDADE
FEDERAL DO PARANÁ

Obra que aborda o Programa “Minha casa, minha vida” será lançada em seminário nesta quarta-feira (19) na Geografia

Obra que será lançada nesta quarta-feira (19), no Centro Politécnico

O Programa “Minha casa, minha vida” é tema de um dos capítulos da obra “Curitiba: transformações na ordem urbana”, que será lançada nesta quarta-feira (19), no auditório do Edifício da Administração, localizado no Centro Politécnico da UFPR. O livro será apresentado a profissionais e estudantes durante o seminário “Curitiba: metropolização e transformações sociespaciais no incio do século XXI”, promovido pelo Departamento de Geografia do Setor de Ciências da Terra.

 Segundo a professora Olga Firkowski, coordenadora do Laboratório de Dinâmicas Metropolitanas da UFPR (Ladime), a obra, mais do que apontar em seus 14 capítulos as principais mudanças e permanências, desafios e perspectivas, apresenta uma síntese analítica que contempla as transformações na organização social do território da Região Metropolitana de Curitiba (RMC) e os movimentos de expansão da espacialidade metropolitana. Também traz, ainda, uma breve reflexão teórica e institucional sobre o conteúdo e significado da expressão “território metropolitano”, bem como dos recortes espaciais da RMC e as diversas compreensões sobre a temática, apresentadas pelos autores e pesquisadores em geral.

A professora da UFPR explica que a obra, produzida pelo Núcleo Curitiba do Observatório das Metrópoles, está dividida em três partes: 1 – o processo de metropolização; 2 – a dimensão socioespacial da exclusão/integração na RM de Curitiba; e 3 – governança urbana, cidadania e gestão da Região Metropolitana. A publicação, ressalta ela, reúne contribuições de pesquisadores de diversas áreas de conhecimento (geografia, arquitetura e urbanismo, economia, demografia, educação, sociologia, direito, entre outras). Olga Firkowski ressalta, ainda, que o livro reflete realidades institucionais de ensino diversas (UFPR e Positivo) e institutos de pesquisas (Ipardes).

Seminário Curitiba

O Seminário “Curitiba: metropolização e transformações socioespaciais no início do século XXI”, será realizado nestas quarta e quinta-feiras (19 e 20) e tem como objetivos contribuir com as reflexões acerca das cidades no mundo contemporâneo; e disponibilizar ao meio acadêmico, gestores urbanos e sociedade em geral, os resultados do programa de pesquisa, desenvolvido nos últimos cinco anos pelo Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia/Observatório das Metrópoles.

O evento será aberto às 19 horas, no auditório da Tecnologia, no Centro Politécnico, com a conferência “Metrópoles: Território, Coesão Social e Governança Democrática:balanço de um programa de pesquisa”.Falará sobre o assunto o professor Luiz César de Queiroz Ribeiro, coordenador nacional do INCT/Observatório das Metrópoles. Na sequência, às 20h30 está programado o lançamento do livro “Curitiba: transformações na ordem urbana”, pela professora Olga Firkowski e Rosa Moura, ambas do Núcleo Curitiba do Observatório das Metrópoles.

A programação do Seminário na quinta feira (20) será aberta com o painel “Organização social do território metropolitano em Curitiba”. O painel será coordenado por Rosa Moura e apresentado por Marley Deschamps. Atuarão como debatedoras as professoras Ana Lúcia Rodrigues, do Programa de Pós-graduação em Ciências Sociais da Universidade Estadual de Maringá; e Rosseta Mammarella, pesquisadora do Observatório das Metrópoles/Núcleo Porto Alegre.

Na parte da tarde, das 14 as 17 horas, novo painel está programado. O tema desta atividade que será apresentada pelo professor Carlos Antonio de Mattos, da PUC do Chile, é “Governanza neoliberal, financiarización y metamorfosis urbana em el siglo XXI”. A coordenação do debate será feita por Gislene Pereira e participará das discussões o professor da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Paulo Roberto Soares, e também coordenador do Observatório das Metrópoles de Porto Alegre.

Por Celsina Favorito

Sugestões

Progepe lança atividade de saúde e longevidade para aposentados
Aposentadoria nunca foi sinônimo de inatividade. Pensando na qualidade de vida dos servidores aposentados,...
Ciência UFPR: Molécula-ímã tem potencial para revelar a bioquímica por trás de doenças
Desenvolvido na UFPR por parceria internacional, magneto molecular Dy(pn)Cl pode ajudar a investigar...
“A SBPC é a marca de que o Brasil acredita e produz ciência da mais alta qualidade”, diz ministra do MCTI
Entre 23 e 29 de julho, aconteceu na Universidade Federal do Paraná (UFPR) a 75ª Reunião Anual da Sociedade...
Série sobre a ciência produzida nas Universidades brasileiras estreia na TV Brasil
A série “Cientistas do Brasil” é uma produção que mostra a ciência produzida por pesquisadores das Instituições...