logo_branca_ufpr

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ


UNIVERSIDADE
FEDERAL DO PARANÁ

UFPR inaugura Polo de Robótica Educacional e Laboratório de Formação de Educadores

A UFPR apresentou nesta quinta-feira (2) mais uma contundente prova do seu compromisso com a comunidade e com a integração entre ensino, pesquisa e extensão: a inauguração, pelos setores de Ciências Exatas e de Educação, do Polo Interdisciplinar de Robótica Educacional I (Pire) e do Laboratório Interdisciplinar de Formação de Educadores (Life), em Curitiba.

Resultado de 11 anos de pesquisas, o Pire é um polo interdisciplinar, ligado ao Setor de Exatas, que utiliza tecnologias de ponta em Robótica Educacional na formação de alunos e professores, em benefício da sociedade. Estudantes dos cursos de Matemática, Expressão Gráfica e Física participam da iniciativa, resultado de parceria com a empresa Lego Zoom (franquia da Lego Education), que doou o material e ofereceu a capacitação aos alunos.

Zaki: "A UFPR está aberta à sociedade e mantém seu frescor. Tenho orgulho de dizer que estamos oferecendo soluções concretas para os problemas da sociedade”. Imagem: Ana Assunção.
Zaki: “A UFPR está aberta à sociedade e mantém seu frescor. Tenho orgulho de dizer que estamos oferecendo soluções concretas para os problemas da comunidade”. Fotos: Ana Assunção/Sucom-UFPR

“O Pire é o resultado de um sonho de 11 anos de pesquisas, que estão melhorando a qualidade das licenciaturas em projetos de extensão”, explicou a coordenadora do projeto, Adriana Augusta Santos Luz. “Ele possibilita ainda atender às escolas, ajudando os professores que têm equipes de Robótica”. O campus de Jandaia do Sul, da UFPR, vai adotar o Pire 2, assim como as unidades do Instituto Tecnológico Federal (UTFPR) em Paranaguá e em Jaguariaíva.

No próximo dia 11, três escolas do bairro Umbará, em Curitiba, vão iniciar a primeira experiência de Robótica Educacional pelo projeto. “Queremos dar uma formação ampla e completa aos alunos, desde a mais tenra idade”, disse Adriana, que considera essencial adotar este campo do conhecimento como disciplina escolar.

Life

Esteira feita com uso do Lego e da Robótica Educacional: tecnologia de ponta a serviço da Educação. Imagem: Ana Assunção.
Esteira construída com peças de Lego e conhecimentos de Robótica Educacional: tecnologia a serviço da Educação

De acordo com a coordenadora do Life, Nuria Pons Vilardel Camas, o projeto se desenvolve por meio da realização de oficinas envolvendo alunos e professores de vários cursos, utiliza diversas tecnologias de ponta nos equipamentos adquridos especialmente para a iniciativa (notebooks, tablets, TVs, etc) e possibilitará unir o Setor de Educação a vários campos de conhecimento na UFPR.

“Queremos formar professores com um olhar novo e diferenciado, totalmente preparados para o mundo em que vivemos”, disse. Nuria defendeu ainda a importância do projeto para a qualificação dos professores e propôs uma plena integração entre docentes e discentes. “O projeto só faz sentido se alunos e professores estiverem envolvidos”, comentou.

Integração à sociedade

O reitor da UFPR, Zaki Akel Sobrinho, destacou o fato de o projeto ter a participação de uma empresa privada que não visa lucros e chamou a atenção para três aspectos importantes da iniciativa. O primeiro deles é a integração entre os vários cursos e departamentos. “Às vezes, os setores falam linguagens diferentes, mas o projeto integra estas áreas”, comentou.

Zaki elogiou também a atuação institucional do projeto junto à sociedade. “Fico muito feliz de ver a integração da UFPR com a UTFPR e o Sesi, o que faz muito bem ao Brasil e ao Paraná”. Ele destacou finalmente o fato de a iniciativa provar que, aos 102 anos, a UFPR consegue se manter contemporânea. “Estamos em um pique muito bom. Temos alunos diferenciados e nossos professores estão mostrando vitalidade. A UFPR tem um ritmo de renovação grande. Está aberta à sociedade e mantém seu frescor. Tenho orgulho de dizer que estamos oferecendo soluções concretas para os problemas da sociedade”, comentou o reitor.

A diretora da Lego Zoom, Monica Ribeiro, afirmou que sente grande satisfação por participar do projeto. “Quanto mais os professores se apropriarem das ferramentas tecnológicas, melhor. Isto vai se refletir na sociedade. O país será outro”, avaliou. O vice-diretor do setor de Educação, Marcus Levy Bencostta, também ressaltou a importância do projeto para alunos e professores da UFPR e para a sociedade. “Tenho a certeza de que este espaço será bem aproveitado”, comentou. Participou ainda da cerimônia a diretora do Setor de Educação, Andrea Caldas.

Por Aurélio Munhoz

Sugestões

Post de Evento
Vai ser publicado um Edital sobre ……
Pré-Vestibular Comunitário da UFPR está com vagas remanescentes abertas
O projeto de extensão “Pré-Vestibular Comunitário”, do setor Palotina da Universidade Federal do Paraná...
Provar 2024: UFPR tem 804 vagas abertas em cursos de graduação, inscrições até 11/08
Esta é a última semana para inscrição de interessados em uma das 804 vagas em cursos de graduação oferecidas...
Mestrado acadêmico em Enfermagem recebe inscrições
O Programa de Pós-graduação em Enfermagem da Universidade Federal do Paraná oferece 24 vagas para o curso...