logo_branca_ufpr

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ


UNIVERSIDADE
FEDERAL DO PARANÁ

Livro de professor da UFPR aborda o problema da poluição sonora urbana e industrial

noise_pollution_interna

A poluição sonora nas cidades e na indústria é um problema em todo o mundo. Na UFPR, o Laboratório de Acústica Ambiental, Industrial e Conforto Acústico (Laaica) pesquisa o tema há 19 anos, sob a coordenação do professor Paulo Henrique Trombetta Zannin, do Departamento de Engenharia Mecânica.

Zannin acaba de lançar um livro que reúne estudos sobre poluição sonora, fundamentais para encontrar soluções que melhorem a qualidade de vida nas cidades. Com o título “Noise Pollution in Urban and Industrial Environments: Measurements and Noise Mapping”, a obra possui 18 capítulos com estudos de casos e análises baseadas em medições e o chamado noise mapping – mapeamento de ruído.

O Laaica é líder em pesquisas em acústicas no Paraná e no Brasil, e saiu na frente na questão de mapas acústicos. “Em 2002, a União Europeia determinou que todos os estados e cidades com mais de 200 mil habitantes tivessem mapas acústicos. Nós adquirimos o software [que produz esses mapas] em 2000”, conta Zannin. No Brasil ainda não há essa exigência, mas o interesse pelos mapas acústicos vem aumentando.

“Até onde sei, este livro e um outro de autores europeus são os únicos até o momento que abordam este tema com profundidade. Este livro vai fundo no uso e na teoria de noise mapping para resolver problemas de ruído urbano e industrial”, destaca Zannin.

O livro trata dos maiores problemas atuais de ruído ambiental: ruído rodoviário, ruído aeroviário e ruído industrial. No primeiro capítulo, os autores mostram as normas técnicas que tratam do tema – desde as normas internacionais ISO até as normas nacionais e a lei sobre ruído da cidade de Curitiba. O capítulo dois fala sobre o desenvolvimento de modelos matemáticos. Em seguida, os autores avaliam o meio ambiente urbano.

Diferentes capítulos tratam da reação da população ao ruído urbano rodoviário, ao ruído ferroviário, e ao ruído aeroviário.

Um dos capítulos, por exemplo, relata um estudo feito no bairro Bacacheri, em Curitiba, onde se localiza um aeroporto. Foi feita uma entrevista com a população do bairro para saber em que períodos os ruídos geram mais desconforto.

Zannin já havia publicado outro livro na área de acústica no ambiente de trabalho, “Noise and Ergonomics in the Workplace”, lançado em 2013.

O livro “Noise Pollution in Urban and Industrial Environments: Measurements and Noise Mapping” foi publicado pela editora Nova Science Publishers e está disponível em inglês.

Clique aqui para comprar o livro.

Sugestões

Progepe lança atividade de saúde e longevidade para aposentados
Aposentadoria nunca foi sinônimo de inatividade. Pensando na qualidade de vida dos servidores aposentados,...
Ciência UFPR: Molécula-ímã tem potencial para revelar a bioquímica por trás de doenças
Desenvolvido na UFPR por parceria internacional, magneto molecular Dy(pn)Cl pode ajudar a investigar...
“A SBPC é a marca de que o Brasil acredita e produz ciência da mais alta qualidade”, diz ministra do MCTI
Entre 23 e 29 de julho, aconteceu na Universidade Federal do Paraná (UFPR) a 75ª Reunião Anual da Sociedade...
Série sobre a ciência produzida nas Universidades brasileiras estreia na TV Brasil
A série “Cientistas do Brasil” é uma produção que mostra a ciência produzida por pesquisadores das Instituições...