logo_branca_ufpr

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ


UNIVERSIDADE
FEDERAL DO PARANÁ

Laboratório da UFPR que estuda câncer de mama completa 50 anos nesta sexta-feira (28)

Setor comemora 75 anos com lançamento de livro.
Setor de Ciências Biológicas - Foto: Izabel Liviski / Arquivo ACS
O Laboratório de Citogenética Humana e Oncogenética do Setor de Ciências Biológicas, que desde 1990 abriga pesquisas sobre tumores sólidos, em especial os de câncer de mama, comemora hoje, sexta-feira (28), seus 50 anos de fundação. Um levantamento histórico dessas cinco décadas do Laboratório será apresentado, a partir das 14 horas, no anfiteatro 10 do Setor de Ciências Biológicas.

 Para falar à comunidade universitária atual e aos ex-alunos, docentes e técnicos administrativos que frequentaram o Laboratório ao longo desse período, o evento contará com as presenças dos docentes Iglenir João Cavalli, Enilze Ribeiro, Rui Fernando Pilotto e Ives José Sbalqueiro.

 Segundo a professora Enilze, inicialmente o Laboratório foi criado com o objetivo de realizar estudos sobre as alterações cromossômicas humanas, com destaque para a Síndrome de Down. Na época, em 1964, seus fundadores – Francisco Antonio Marçallo e Iglenir João Cavalli – batizaram a Unidade apenas como Laboratório de Citogenética Humana. A partir de 1987, os estudos se voltam à temática câncer, e em 1990, o grupo de pesquisadores têm como foco os tumores sólidos, em especial os de câncer de mama.

 Produção Atual

 Atualmente, o Laboratório acolhe diversas pesquisas e é ativo na formação de recursos humanos. Já passaram por ele 42 alunos que desenvolveram estudos para mestrado, 16 que produziram teses de doutorado, e mais de 70 estudantes durante realização de monografias de final de curso ou ligados ao programa de iniciação científica. Atualmente, em conjunto, os professores orientam cinco alunos de mestrado, cinco de doutorado e seis de iniciação científica.

 Por Celsina Favorito, com informações da Aspec

Sugestões

Progepe lança atividade de saúde e longevidade para aposentados
Aposentadoria nunca foi sinônimo de inatividade. Pensando na qualidade de vida dos servidores aposentados,...
Ciência UFPR: Molécula-ímã tem potencial para revelar a bioquímica por trás de doenças
Desenvolvido na UFPR por parceria internacional, magneto molecular Dy(pn)Cl pode ajudar a investigar...
“A SBPC é a marca de que o Brasil acredita e produz ciência da mais alta qualidade”, diz ministra do MCTI
Entre 23 e 29 de julho, aconteceu na Universidade Federal do Paraná (UFPR) a 75ª Reunião Anual da Sociedade...
Série sobre a ciência produzida nas Universidades brasileiras estreia na TV Brasil
A série “Cientistas do Brasil” é uma produção que mostra a ciência produzida por pesquisadores das Instituições...