logo_branca_ufpr

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ


UNIVERSIDADE
FEDERAL DO PARANÁ

Hospital Veterinário da UFPR é pioneiro na implantação de marcapasso em cão no Paraná

FOTO: Cardiologia/Hospital Veterinário UFPR
Procedimento é ainda pouco utilizado no Brasil. FOTO: Departamento de Medicina Veterinária/UFPR

Equipe do Hospital Veterinário da UFPR realizou, na última quarta-feira (20), o primeiro implante, no Paraná, de marcapasso com eletrodo transvenoso em um cão. O procedimento, coordenado pelos professores Marlos Gonçalves Sousa e Peterson Triches Dornbusch, do Departamento de Medicina Veterinária, contou com suporte da equipe de anestesiologia, comandada pelo professor Juan Carlos Duque Moreno, e também foi acompanhado por alunos do curso de graduação em Medicina Veterinária da Universidade, médicos veterinários residentes do Hospital Veterinário, além de mestrandos e doutorandos do programa de pós-graduação em Ciências Veterinárias.

A paciente, uma cadela de oito anos de idade, apresentava bradiarritmia, uma frequência cardíaca muito baixa, que causava síncopes (desmaios) e comprometia sua qualidade de vida. O procedimento – relativamente incomum na medicina veterinária brasileira – corrigiu o problema, permitindo que a cadela volte a desempenhar atividades físicas sem o risco de desmaios ou morte súbita.

marcapasso pioneiro 1
Implante foi acompanhado por alunos, médicos veterinários residentes do Hospital Veterinário, além de mestrandos e doutorandos do programa de pós-graduação em Ciências Veterinárias da UFPR. FOTO: Departamento de Medicina Veterinária/UFPR

De acordo com o professor Marlos Gonçalves Sousa, responsável pelo Serviço de Cardiologia, o marcapasso implantado é um equipamento de última geração, dotado de acelerômetro que regula a frequência cardíaca conforme a demanda metabólica do paciente. “Dessa forma, ao correr ou se exercitar, o marcapasso aumentará a frequência cardíaca da paciente, enquanto, durante o sono, a frequência cardíaca será mantida em níveis menores”, explica, destacando ainda que essas características permitem otimizar a vida útil da bateria.

marcapasso pioneiro 3
Equipamento utilizado é de última geração, dotado de acelerômetro que regula a frequência cardíaca conforme a demanda metabólica do paciente. FOTO: Departamento de Medicina Veterinária/UFPR

Para o professor, a complexidade e o pioneirismo do procedimento contribuem não só para a solução de casos como a bradiarritmia, mas representam também significativo diferencial na formação dos médicos veterinários especialistas em Clínica Médica de Pequenos Animais e Cardiologia e nos próprios serviços prestados pelo Hospital. “O procedimento representa um divisor de águas para a equipe do Hospital Veterinário e coloca a UFPR na vanguarda da cardiologia veterinária brasileira, inserindo-a no rol de entidades com a expertise para realizar procedimentos intervencionistas como parte das estratégias de tratamento das afecções cardíacas em animais”, afirma.

O Serviço de Cardiologia do Hospital Veterinário da UFPR atende de segunda a sexta-feira e realiza diversos diagnósticos, como eletrocardiografia, ecocardiografia com Doppler tecidual e avaliação de pressão arterial. O Hospital está localizado no Setor de Ciências Agrárias da Universidade (Rua dos Funcionários, 1540 – Juvevê – Curitiba/PR).

Sugestões

Post de Evento
Vai ser publicado um Edital sobre ……
Pré-Vestibular Comunitário da UFPR está com vagas remanescentes abertas
O projeto de extensão “Pré-Vestibular Comunitário”, do setor Palotina da Universidade Federal do Paraná...
Provar 2024: UFPR tem 804 vagas abertas em cursos de graduação, inscrições até 11/08
Esta é a última semana para inscrição de interessados em uma das 804 vagas em cursos de graduação oferecidas...
Mestrado acadêmico em Enfermagem recebe inscrições
O Programa de Pós-graduação em Enfermagem da Universidade Federal do Paraná oferece 24 vagas para o curso...