logo_branca_ufpr

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ


UNIVERSIDADE
FEDERAL DO PARANÁ

Grupo de pesquisa da UFPR funda Associação Brasileira de Minifoguetes

Imagem: ACS/UFPR
Imagem: ACS/UFPR

No último dia 24 de abril, 43 participantes do III Festival de Minifoguetes de Curitiba fundaram a Asssociação Brasileira de Minifoguetes (ABMF) – ou Brazilian Association of Rocketry (BAR), em cerimônia realizada na Universidade Federal do Paraná.  A missão da associação é desenvolver atividades de ensino, pesquisa e popularização dos minifoguetes no Brasil.

Assim como acontece com os festivais de minifoguetes, a ação foi idealizada pelo professor do Departamento de Engenharia Mecânica da UFPR, Carlos Henrique Marchi, que conta que, a partir de agora, começam as mobilizações para buscar novos interessados em ser sócios e para estruturar o estatuto da entidade.

Imagem: ACS/UFPR
Imagem: ACS/UFPR

“A Associação Brasileira de Minifoguetes será importante principalmente para promover e orientar a prática segura de atividades com minifoguetes no Brasil, já que eles envolvem propelentes que podem explodir e provocar ferimentos”, explica o docente, que também acredita no potencial de divulgação e mobilização pela ciência por meio do órgão. “A ABMF pretende estimular os jovens a respeito da área espacial e das ciências em geral”.

A ABMF pretende trabalhar na realização de eventos; certificação de equipamentos e normas de segurança; representação dos associados junto a órgãos governamentais e de controle; integração e a troca de informações e experimentos entre cursos, instituições e grupos de pesquisa envolvidos com minifoguetes; divulgação do programa espacial brasileiro; e promoção das áreas científica e espacial. Outros objetivos incluem, ainda, a produção de um periódico digital e a concessão do prêmio Von Braun de Minifoguetes.

“A fundação da ABMF na UFPR mostra que ela é uma instituição líder no Brasil na área de minifoguetes por meio do Grupo de Foguetes Carl Sagan (GFCS) e o Laboratório de Atividades Espaciais (LAE), ambos ligados ao Departamento de Engenharia Mecânica do Setor de Tecnologia da Universidade”, afirma Marchi.

Qualquer pessoa interessada em minifoguetes pode se tornar um sócio da instituição. Interessados devem enviar um e-mail para minifoguete@gmail.com.

Mais informações estão disponíveis no blog da ABMF, clicando aqui.

 

 

Sugestões

Progepe lança atividade de saúde e longevidade para aposentados
Aposentadoria nunca foi sinônimo de inatividade. Pensando na qualidade de vida dos servidores aposentados,...
Ciência UFPR: Molécula-ímã tem potencial para revelar a bioquímica por trás de doenças
Desenvolvido na UFPR por parceria internacional, magneto molecular Dy(pn)Cl pode ajudar a investigar...
“A SBPC é a marca de que o Brasil acredita e produz ciência da mais alta qualidade”, diz ministra do MCTI
Entre 23 e 29 de julho, aconteceu na Universidade Federal do Paraná (UFPR) a 75ª Reunião Anual da Sociedade...
Série sobre a ciência produzida nas Universidades brasileiras estreia na TV Brasil
A série “Cientistas do Brasil” é uma produção que mostra a ciência produzida por pesquisadores das Instituições...