logo_branca_ufpr

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ


UNIVERSIDADE
FEDERAL DO PARANÁ

Espécie de besouro recém-descoberta é nomeada em homenagem a professor da UFPR Palotina

Pesquisadores europeus descobriram uma nova espécie de besouro na cidade de Pirenópolis, em Goiás, e decidiram prestar uma homenagem ao professor Fernando Willyan Trevisan Leivas, do departamento de Biodiversidade da Universidade Federal do Paraná (UFPR) no Setor Palotina, ao nomeá-la como Scapicoelis leivasi. O artigo científico que descreve oficialmente a nova espécie foi publicado no site oficial da HAL open science no dia 11 de fevereiro de 2022 e realiza uma revisão do gênero Scapicoelis, na qual também são descritas outras 27 novas espécies e é fornecida uma chave para a identificação das 30 espécies já conhecidas do gênero.

No documento, a equipe internacional liderada pelo francês Nicolas Degallier e pelo bielorrúso Alexey Tishechkin revela que encontrou a espécie em Pirenópolis, mas que ela também está presenta na cidade de Cuiabá, no Mato Grosso, e em Santo Antônio do Descoberto, em Goiás. Nessa última região, o besouro foi encontrado associado a formigas Camponotus rufipes (Fabricius).

Atualmente, o docente realiza pesquisas sobre a evolução da biodiversidade mp laboratório da UFPR. Fotos: Arquivo pessoal e divulgação

De acordo com Leivas, no estudo da biodiversidade, a publicação de uma espécie até então desconhecida para a ciência pode ser considerada uma das maiores contribuições que um pesquisador pode fazer para o avanço científico. “É um legado deixado para as próximas gerações sobre o conhecimento dos seres vivos que habitam nosso planeta”.

As homenagens e dedicatórias foram realizadas em reconhecimento ao trabalho desenvolvido por Leivas para o avanço da ciência e o entendimento da biodiversidade. Ações como essa demonstram o impacto internacional das atividades científicas desenvolvidas pela UFPR. “Fico muito contente, pois tal dedicatória demonstra o impacto e o reconhecimento internacional das atividades científicas desenvolvidas pela UFPR, especialmente no Setor Palotina”, conclui o professor.

Por Felipe Reis

Sob orientação de  Jéssica Tokarski

Sugestões

Progepe lança atividade de saúde e longevidade para aposentados
Aposentadoria nunca foi sinônimo de inatividade. Pensando na qualidade de vida dos servidores aposentados,...
Ciência UFPR: Molécula-ímã tem potencial para revelar a bioquímica por trás de doenças
Desenvolvido na UFPR por parceria internacional, magneto molecular Dy(pn)Cl pode ajudar a investigar...
“A SBPC é a marca de que o Brasil acredita e produz ciência da mais alta qualidade”, diz ministra do MCTI
Entre 23 e 29 de julho, aconteceu na Universidade Federal do Paraná (UFPR) a 75ª Reunião Anual da Sociedade...
Série sobre a ciência produzida nas Universidades brasileiras estreia na TV Brasil
A série “Cientistas do Brasil” é uma produção que mostra a ciência produzida por pesquisadores das Instituições...