logo_branca_ufpr

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ


UNIVERSIDADE
FEDERAL DO PARANÁ

Especial Feira UFPR – Grupos percorrem longas distâncias para visitar o evento

Uma das escolas veio de Dourados (MS), numa viagem de mais de 900 quilômetros, especialmente para participar da Feira UFPR

Escolher um curso de graduação – e decidir em qual Universidade estudar – não é uma decisão fácil. E, nessas horas, toda informação é preciosa. Para ajudar os estudantes de Ensino Médio nesse momento crucial, o professor Patrick Jonny Colman Quadros, do Colégio Lumiére, de Dourados (MS), não poupa esforços. Prova disso é que ele organizou uma excursão que viajou mais de 900 quilômetros – e 14 horas de ônibus – até Curitiba, para conhecer a UFPR Cursos e Profissões: Uma Feira de Ideias para Seu Futuro.

O professor conta que há anos leva os estudantes para visitar feiras de cursos em diversas universidades, além das feiras organizadas pelo próprio Grupo São José. Mas, de acordo com ele, nenhuma se compara à da UFPR. “Muitas vezes, os eventos tinham vários materiais impressos, mas não havia muita explicação sobre as carreiras e os cursos”, lembrou. Já na Feira UFPR, na opinião de Quadros, o diferencial é justamente a disposição e engajamento dos estudantes que atuam nos estandes. “Não sei como os professores conseguem fazer isso, mas parece que os alunos não estão apenas explicando sobre o curso, mas sim vendendo um produto. Eles chamam os visitantes para os estandes, são muito animados”, observou.

Evento completo

Além das informações disponíveis nos estandes, os visitantes da Feira UFPR encontram uma série de atividades complementares, que ajudam a dirimir dúvidas e levar os estudantes a uma reflexão sobre o futuro universitário e profissional. “As palestras são muito esclarecedoras, bem objetivas”, pontuou o professor. Além disso, o evento oferece oficinas sobre escolha vocacional, sessão de planetário, feira de ciências, tour guiado, entre outras atividades. “Literalmente é um projeto completo”, avaliou.

Com direito a BIS

A visita do grupo, formado por 22 alunos do 2º ano do Ensino Médio, estava agendada para ontem (quinta-feira, 20), mas eles gostaram tanto que quiseram voltar no dia seguinte. “Os estudantes queriam ficar mais tempo no evento, assistir a mais palestras, aproveitar ainda mais. Eles ficaram fascinados”, contou Patrick Quadros. Diante do entusiasmo do grupo – e da longa distância que percorreram para vir até aqui –, a Comissão Organizadora do evento abriu uma exceção e permitiu a entrada deles novamente hoje, mesmo que o agendamento só tivesse sido feito para o dia anterior. “Foram todos muito gentis conosco. A comissão está de parabéns, eu nunca vi nada parecido”, admitiu. E a animação é tanta que o professor já confirmou que trará novas turmas para a edição de 2016. “A notícia já se espalhou, recebi até ligações de pais dizendo que querem que os filhos venham conhecer a UFPR”, revelou.

Outros grupos

Os alunos do professor Patrick não são os únicos que vieram de longe. Diversas outras escolas de cidades bem distantes de Curitiba – e até mesmo de outros estados – formaram excursões para visitar a Feira UFPR. É o caso de um grupo de Concórdia (SC), cidade localizada a mais de 400 quilômetros da capital paranaense.

A professora Nádia Lúcia Nardi, coordenadora do Ensino Médio do SENAI, veio a Curitiba com 25 alunos para visitar a Feira UFPR. Segundo ela, a ideia partiu de um aluno, que ficou sabendo do evento e demonstrou interesse em conhecer a Universidade. “Nós já fazemos diversas atividades para mostrar as opções de profissões para os alunos. E a visita está sendo muito produtiva nesse sentido”, afirmou.

Para a professora, a principal vantagem é que, nos estandes, a conversa é de aluno para aluno. “E é muito interessante porque eles descobrem profissões novas, que eles nem sabiam que existiam. E isso surpreende, porque eles vêm esperando uma coisa e encontram ainda mais, superam as expectativas”, avaliou. Além disso, o grupo levará materiais sobre os cursos para entregar para os estudantes que não puderam vir. “Temos o compromisso de replicar as informações que obtivemos aqui para os demais”, comentou.

A estudante Carolina Secco Morelato, integrante do grupo, contou que já pensava em cursar História, mas não estava muito certa sobre a decisão. “Agora eu tenho certeza. Depois de visitar a feira, fiquei maravilhada com o curso”, contou. Para ela, o melhor foi escutar o relato dos acadêmicos que já vivenciam a graduação. “Ouvir um professor falar é uma coisa, mas ouvir um aluno, que está passando por isso, é totalmente diferente. Ajuda muito na escolha”, avaliou.

Também têm estado presentes no evento grupos de outros estados, como São Paulo, por exemplo, e de várias cidades do Paraná – tanto da Região Metropolitana de Curitiba quanto de municípios do interior.

Entrada livre

O evento prossegue até domingo e, a partir de amanhã, a entrada é aberta ao público, sem necessidade de agendamento.

A Feira é realizada no Setor de Educação Profissional e Tecnológica (SEPT), em Curitiba, no seguinte endereço: Rua Alcides Vieira Arcoverde, 1225, Jardim das Américas.

Leia mais sobre a feira: www.feiradecursos.ufpr.br

Sugestões

Post de Evento
Vai ser publicado um Edital sobre ……
Pré-Vestibular Comunitário da UFPR está com vagas remanescentes abertas
O projeto de extensão “Pré-Vestibular Comunitário”, do setor Palotina da Universidade Federal do Paraná...
Provar 2024: UFPR tem 804 vagas abertas em cursos de graduação, inscrições até 11/08
Esta é a última semana para inscrição de interessados em uma das 804 vagas em cursos de graduação oferecidas...
Mestrado acadêmico em Enfermagem recebe inscrições
O Programa de Pós-graduação em Enfermagem da Universidade Federal do Paraná oferece 24 vagas para o curso...