logo_branca_ufpr

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ


UNIVERSIDADE
FEDERAL DO PARANÁ

Engenheiro civil formado em 1942 resgata memórias da UFPR

Engenheiro civil Venevérito da Cunha
Engenheiro civil Venevérito da Cunha

Com orgulho, o engenheiro civil Venevérito da Cunha, 97 anos, nascido em Florianópolis, recordou seu tempo de estudante numa das primeiras turmas do curso de Engenharia Civil da UFPR. Entre lembranças, reconhece também a importância dos 100 anos da instituição para o estado e para o país. A “Universidade do Paraná”, como a chama, é a mãe das universidades do interior do Paraná, considerou. “As várias gerações de profissionais que se formaram aqui fizeram a história do nosso estado. É um patrimônio histórico que alavancou o futuro da nossa região”, destacou.

“Catarinense, você vai para a Lapa, disse o professor Plínio Alves Tourinho quando eu cursava o segundo ano do curso de Engenharia Civil”, lembrou. Lá o esperava uma obra de saneamento para o exército, era uma atividade remunerada. Mas os dias passados no interior a pedido da universidade definiram também o futuro do engenheiro. “Foi durante aqueles dias de trabalho que conheci minha esposa, Lia Sabóia. Falecida há quatro anos, Lia foi minha companheira por mais de 60 anos de jornada”, explicou.

CARINHO ─ Venevérito expressou sua profunda gratidão pelo coronel Plínio Alves Tourinho, um dos fundadores da UFPR e reitor na época, por quem foi acolhido na UFPR. Especialista na área de Cálculo e Estrutura, o engenheiro contou que no período de 1942 a 1944 Curitiba era um canteiro de obras. Já graduado, atuou nas obras da Biblioteca Pública do Paraná e do edifício das secretarias no Centro Cívico, além de diversos trabalhos realizados em Santa Catarina. Dentre seus nove filhos e 17 netos, alguns deles se formaram pela UFPR.

PROJETOS ─ Voltando no tempo, Venevérito lembrou com mais clareza dos anos de 1942 a 1950, época em que trabalhou com alguns colegas de turma. Elaborou importantes projetos de Cálculo Estrutural como o da Penitenciária Agrícola de Piraquara. Paralelamente à vida profissional, foi presidente do Instituto de Engenharia na década de 40, além de filiar-se a entidades internacionais da área. Através de seu escritório de Cálculo, atuou em outras plantas para a cidade como as sedes da Prefeitura Municipal de Curitiba; do Instituto de Engenharia do Paraná; da Ordem Rosa Cruz; da Celepar; dos prédios do Sesi; Senai e da Rede Massa, na época TV Iguaçu, além de muitas outras em Santa Catarina, Rio Grande do Sul, São Paulo e Mato Grosso.

Por essas e inúmeras outras conquistas, Venevérito afirmou agora convicto: “A engenharia é a base do mundo. O progresso e o conforto humano dependem dela”. Conquistas e sucesso alcançados como profissional e cidadão que, do alto dos seus 97 anos, reconhece e considera a UFPR como parte de sua vida. Para sempre!

Leia também:

Ex-Reitor Carlos Faraco: centenário da UFPR remete à criação genial da sociedade paranaense
A Universidade dos Paranaenses está prestes a completar 100 anos
No centenário da UFPR a parceria com a Itaipu mostra muitos resultados
Centenário da UFPR: ex-reitor Carlos Antunes diz que a UFPR foi a maior invenção dos paranaenses
Presidente da Fecomércio elogia a UFPR como ex-aluno e parceiro
Prédio Histórico ganha uma nova iluminação no dia do centenário
Netos do engenheiro militar Baêta de Faria resgatam as memórias do avô nos 100 anos da UFPR
Documentos e imagens resgatados pelo professor Ulf Baranow remetem à memória dos 100 anos da UFPR
Ex-Reitor Ocyron Cunha: presença constante na UFPR
Professor José Henrique de Faria relembra sua trajetória como reitor da UFPR na proximidade dos 100 anos da instituição
Ex-Reitor Carlos Augusto Moreira Júnior parabeniza a UFPR pelo seu centenário

Sugestões

Informativo UFPR (Destaques da semana de 07/08 a 11/08/2023) 
DIVULGAÇÃO CIENTÍFICA    🧠🔭 Projeto de extensão Ciência para Todos está com inscrições abertas para...
Setor Palotina: Posse da nova direção
No último dia 03, aconteceu a posse da nova Direção do Setor Palotina, Gestão 2023 – 2027, com...
Doutoranda que criou programas para incentivar a adoção de cães é homenageada na Câmara de Curitiba 
Na manhã desta terça-feira (8), Lu Baldan, médica veterinária e doutoranda em Ciências Veterinárias na...
UFPR lamenta falecimento do professor aposentado Mauro Lacerda Santos
A Universidade Federal do Paraná comunica, com pesar, o falecimento do professor aposentado Mauro Lacerda...