logo_branca_ufpr

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ


UNIVERSIDADE
FEDERAL DO PARANÁ

Com entrada de novos trabalhadores HC amplia serviços e cria novas áreas de atuação

O Complexo do Hospital de Clínicas da Universidade Federal do Paraná (CHC-UFPR) recebeu  590 novos funcionários no início deste ano distribuídos entre as áreas administrativas, médica e assistencial. Soma-se a esse número o ingresso de mais 300 pessoas, que já havia acontecido em setembro de 2017, que permitiu que o hospital iniciasse um trabalho de reabertura de leitos e  ampliação dos serviços.

Pouco mais de 15 dias depois do ingresso dos novos trabalhadores, vinculados à Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh), a Superintendente do Hospital, Claudete Reggiani  fala sobre as mudanças que impactam as duas principais funções do HC: ser formador, uma vez que é um hospital escola, e prestar assistência à saúde.

“Do final de outubro até janeiro nós reabrimos, por meio da entrada de novos membros da equipe, 130 leitos. Também em outubro nós renovamos nosso contrato com a prefeitura para 35 mil consultas especializadas/mês, mais de 2 mil internamentos clínicos e cirurgicos e 200 mil procedimentos de diagnóstico”. Anteriormente o hospital atendia 25 mil consultas especializadas/mês.

Além da ampliação de serviços que já existiam no HC, a entrada de novos funcionários possibilitou criar algumas novas áreas de atuação, como, por exemplo, as cirurgias de cabeça e pescoço, e o serviço de geriatria.

Reggiani explica que para um hospital que trabalha 24 horas, 7 dias na semana, apesar da grande entrada de pessoal, faltam ainda cerca de 800 trabalhadores para que seja possível tornar o HC mais sustentável.

en_USEnglish