logo_branca_ufpr

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ


UNIVERSIDADE
FEDERAL DO PARANÁ

Agência de Inovação da UFPR criará institutos para dar suporte a grupos temáticos de pesquisa

A Agência de Inovação da UFPR iniciou um movimento para integrar as áreas de excelência da Universidade, permitindo aproximar pesquisadores com interesses comuns e empresas que procuram parceria público-privada para desenvolvimento de projetos.

“A grande dificuldade das empresas e institutos acessarem a Universidade, é que elas não sabem quem procurar para fazer o primeiro contato. E nisso acabamos perdendo a oportunidade de alguns projetos. Ao estruturarmos algumas áreas de excelência da UFPR, permitimos uma melhor interação tanto entre os pesquisadores quanto entre empresas e universidade” – explica Carlos Yamamoto, diretor executivo da Agência de Inovação da UFPR.

Outro ganho para os pesquisadores que integrarem os institutos é o suporte gerencial que receberão, uma vez que, para que seu projeto desenvolva-se é preciso que ele gerencie projetos, fundos, verbas e compras. Dessa maneira, o tempo que poderia destinar-se aos estudos e pesquisas perde-se entre inúmeras atividades secundárias, mas que são essenciais para a continuidade de seu trabalho primário.

Yamamoto explica que, pensando nisso, uma das principais funções dos institutos é agregar competências similares numa estrutura gerencial, no qual o pesquisador terá um suporte para montar um projeto de pesquisa, trazendo empresas e governos para dentro da Universidade, “reduzindo a carga de burocracia que um coordenador de projeto tem”. Dessa maneira o pesquisador conseguirá dedicar-se mais à execução do projeto em sim.

A adesão aos institutos é voluntária. Caberá a cada laboratório ou líder de projeto de pesquisa decidir por integrá-lo ou não, por isso a Agência tem promovido reuniões e discussões com a finalidade de expor a ideia, sanar dúvidas e construir coletivamente a iniciativa, que agora está numa etapa de formalização.

en_USEnglish