logo_branca_ufpr

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ


UNIVERSIDADE
FEDERAL DO PARANÁ

Divulga Ciência AE fecha com relatos de experiência sobre divulgação científica em universidades públicas

O segundo dia (17) do evento online trouxe o debate sobre políticas universitárias para divulgação científica com base nas práticas e experiências dos pesquisadores

O segundo dia e encerramento do evento online Divulga Ciência AE, realizado pela Agência Escola de Comunicação Pública UFPR (AE), nesta quinta-feira (17) discutiu a importância da divulgação científica e da institucionalização das políticas divulgadoras de ciência a partir dos relatos de experiência de pesquisadores envolvidos com o tema na UFPR, Ufes e UFMG. A vice-reitora da UFPR, Graziela Inez de Bolzón Muniz, abriu o evento destacando que “a divulgação científica é um tema muito caro para a universidade pública e para o país, e tem prioridade na UFPR”.

A mediação ficou por conta do professor Rodrigo Reis, coordenador do Programa Laboratório Móvel de Educação Científica da UFPR Litoral e vice-presidente da Associação Brasileira de Centros e Museus de Ciências (ABCMC). Rodrigo já tinha participado no primeiro dia do evento contribuindo com sua experiência em divulgação científica.

Pesquisadores discutiram importância da divulgação científica e da institucionalização de políticas divulgadoras de ciência a partir de relatos de experiência. Imagem: Divulgação

Regiane Ribeiro é coordenadora da Agência Escola, professora do Programa de Pós-Graduação em Comunicação e diretora do Setor de Artes, Comunicação e Design da UFPR (Sacod). Mediadora no primeiro dia de evento, no segundo dia Regiane trouxe a experiência da Agência Escola na divulgação da ciência e os eixos de atuação que guiam o projeto: formação, experimentação e inovação tecnológica. “A Agência Escola faz uma discussão e uma reflexão sobre o modelo de ciência relacionado ao desenvolvimento do país. Queremos potencializar o diálogo com os pesquisadores para que criem autonomia na divulgação das suas pesquisas”.

A professora Tania Margarida Lima Costa apresentou a evolução do projeto institucional de divulgação científica da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Tania é diretora geral da Escola de Educação Básica e Profissional da UFMG e primeira secretária da ABCMC. “As ações de divulgação científica na UFMG mostram a importância de socializar a pesquisa das instituições e que a sociedade tenha participação mais intensa, reconhecendo a presença da ciência”, explicou.

Laercio Ferracoli é professor, criador e primeiro Diretor de Inovação e Divulgação da Ciência da Pró-reitoria de Extensão da Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes) e pesquisador associado do Instituto Nacional da Mata Atlântica (INMA). O cientista destacou em sua fala o objetivo da divulgação científica em equipar o cidadão com conhecimento da ciência, promover o pensamento científico e ensinar sobre o processo e o tempo da ciência. Para Laercio, as universidades têm um papel importante na captação de recursos junto às instituições de fomento para melhorar a divulgação científica.

Potencialidades e desafios
da divulgação científica

Para a coordenadora da Agência Escola UFPR, Regiane Ribeiro, o saldo do Divulga AE é mais do que positivo. “O primeiro dia teve um panorama fantástico sobre a divulgação científica, com toda sua potencialidade e pensando os desafios. Ficou claro que só conseguiremos fortalecer a divulgação científica a partir da institucionalização de políticas e da criação de redes e parcerias”.

Regiane destaca a partir das experiências dos pesquisadores da UFMG e da Ufes que o segundo dia foi aprender com quem tem a divulgação científica mais consolidada. Em ambas as universidades as ações acontecem em consonância com as pró-reitoras, unidades e setores, possibilitando a criação de vínculo e de redes entre projetos e pessoas. “Foram dois dias para refletirmos onde estamos e para onde queremos ir”.

Clique aqui e assista ao vídeo completo do segundo dia do Divulga Ciência AE

Por Bruno Caron
Edição: Chirlei Kohls
Parceria Superintendência de Comunicação e Marketing (Sucom) e Agência Escola de Comunicação Pública da UFPR

Sugestões

Progepe lança atividade de saúde e longevidade para aposentados
Aposentadoria nunca foi sinônimo de inatividade. Pensando na qualidade de vida dos servidores aposentados,...
Ciência UFPR: Molécula-ímã tem potencial para revelar a bioquímica por trás de doenças
Desenvolvido na UFPR por parceria internacional, magneto molecular Dy(pn)Cl pode ajudar a investigar...
“A SBPC é a marca de que o Brasil acredita e produz ciência da mais alta qualidade”, diz ministra do MCTI
Entre 23 e 29 de julho, aconteceu na Universidade Federal do Paraná (UFPR) a 75ª Reunião Anual da Sociedade...
Série sobre a ciência produzida nas Universidades brasileiras estreia na TV Brasil
A série “Cientistas do Brasil” é uma produção que mostra a ciência produzida por pesquisadores das Instituições...