logo_branca_ufpr

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ


UNIVERSIDADE
FEDERAL DO PARANÁ

Departamento de Tocoginecologia da UFPR inaugura galeria que resgata a memória da especialidade no Paraná

No dia 05 de maio o Departamento de Tocoginecologia da Universidade Federal do Paraná (UFPR) inaugurou um memorial que conta um pouco da história e homenageia nomes da Universidade Federal do Paraná que se destacaram no campo do ensino da medicina voltada à mulher e à mãe.

No evento, o médico ginecologista e obstetra, Rosires Pereira de Andrade, responsável pelo resgate histórico, homenageou nomes que marcaram estes campos de estudo como Bruno Maurizio Grillo, na área da ginecologia; Laerte, da obstetrícia; e Ivo Arns, da reprodução humana.

Andrade, que também é gerente de Ensino e Pesquisa do Complexo do Hospital das Clínicas, também lembrou do primeiro reitor da UFPR. “Victor do Amaral está ligado à história da Universidade e da ginecologia e da obstetrícia do Paraná”. Todo esse resgate histórico feito no memorial serve de base para estudos futuros. “Quem esquece da história, tem sérios problemas no futuro”, frisou ele.

Bruno Maurizio Grillo fez um percurso histórico, relatando os chefes de departamentos, professores e mestres da área que foram importantes para a área da tocoginecologia.

Já, o professor Denis José do Nascimento, prestou uma homenagem a também residência médica cinquentenária. “Luiz Eduardo Mercer, foi o primeiro residente da tocoginecologia e Bruno Cauduro Couto, o último, que entrou em 2017”. Além de uma homenagem especial a superintendente do Complexo HC, Claudete Reggiani, que foi a única mulher à frente daquele departamento, no período de 2002 a 2006.

Laerte Justino de Oliveira, por sua vez, lembrou dos locais que foram prédios do tratamento da mulher. A começar pelo primeiro, na rua Comendador Araújo, 268, onde, hoje, tem um shopping, no centro de Curitiba, até o atendimento em outros hospitais, como na Santa Casa, até ganhar um prédio próprio do Complexo Hospital de Clínicas em 1961.

O reitor da UFPR, Ricardo Marcelo Fonseca, que é historiador da área de direito, afirmou estar fascinado com toda essa sequência de fatos e ações ali demonstrados. “Uma boa tradição é uma coisa que se espera. Esta é uma homenagem sincera e merecida”. E, ainda, brincou, com o caráter da reprodução humana desejando uma “vida longa e fértil ao departamento”.

Além de quadros com uma linha do tempo, na galeria, ficaram expostas as imagens dos 15 chefes dos departamentos da tocoginecologia, no período que começa com sua inauguração, em 1971, até o 2017:

Sugestões

Post de Evento
Vai ser publicado um Edital sobre ……
Pré-Vestibular Comunitário da UFPR está com vagas remanescentes abertas
O projeto de extensão “Pré-Vestibular Comunitário”, do setor Palotina da Universidade Federal do Paraná...
Provar 2024: UFPR tem 804 vagas abertas em cursos de graduação, inscrições até 11/08
Esta é a última semana para inscrição de interessados em uma das 804 vagas em cursos de graduação oferecidas...
Mestrado acadêmico em Enfermagem recebe inscrições
O Programa de Pós-graduação em Enfermagem da Universidade Federal do Paraná oferece 24 vagas para o curso...