Comunidade científica debate o futuro do país em sessões para a 5ª CNCTI

28 julho, 2023
10:31
Por Bruna Soares
0
Carrossel

Luciana Santos, ministra da Ciência, Tecnologia e Inovação,  participou de uma das  mesas que discutiu a organização do evento durante a 75ª SBPC nesta quarta-feira (26)

Após visitar os estandes da ExpoT&C na última quarta-feira (26), a ministra, Luciana Santos, participou de uma mesa de debate sobre a organização da 5ª Conferência da Ciência, Tecnologia e Informação que vai acontecer em junho de 2024. Ao todo, 9 sessões foram preparadas pela Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC) para a CNCTI. 

Foto: Leonardo Bettinelli

Participaram também da sessão o diretor presidente do  Centro de Gestão e Estudos Estratégicos (CGEE),  Fernando Rizzo, Luis Fernandes, secretário executivo do MCTI, Luiz Davidovich, ex-presidente da Academia Brasileira de Ciências (ABC) e professor da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), Sergio Rezende, ex-ministro e secretário-geral da 5ª CNCTI e Renato Janine, presidente da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC), coordenando o debate. 

“As conferências de Ciência, Tecnologias e Inovação, apontando para o futuro, indicando o Brasil que queremos nos próximos anos”, afirmou a ministra. Luciana ainda  ressalta os avanços  na ciência e tecnologia e os investimentos na retomada da atividade econômica. “Da parte do MCTI, nós estamos prontos para ajudar o Brasil nesse momento de retomada da normalidade política, econômica e social, como tem dito o nosso presidente Lula.” 

Foto: Leonardo Bettinelli

Com a palavra, o secretário executivo do MCTI, Luis Fernandes, relembrou a história das Conferências de Ciência, Tecnologia e Inovação, e discorreu sobre o planejamento para a 5ª CNCTI. Luis também comentou sobre os recursos de investimentos do Fundo de Desenvolvimento Nacional de Ciência e Tecnologia (FNDCT).  “Essa é a grande marca do nosso planejamento no contexto agora da nossa organização da 5ª Conferência. Nó agora planejamos com recursos pra investir” 

Fernando Rizzo, presidente da CGEE, apresentou um histórico das conferências anteriores. “As apresentações que nós já vimos com relação a vários pontos estão sendo trazidas com uma maturidade muito grande. Temos uma oportunidade ao longo desse ano de preparar uma conferência fantástica. Muito do bom material que as conferências anteriores trouxeram vieram das etapas preliminares.”

O físico da UFRJ, Luiz Davidovich, apresentou as discussões e as resoluções da 4ª Conferência Nacional de Ciência, Tecnologia e Inovação, realizada em 2010,em Brasília, e lembrou a ampla participação popular do evento. “Houve uma mobilização muito intensa da comunidade. Aquele grupo que participou da conferência incluía membros da academia, membros do governo,da  indústria, movimentos sociais, sindicatos, todos participando da conferência, dos painéis, das reuniões preliminares.” Davidovich também lembrou dos momentos de otimismo  gerados nessa conferência, que acabou repercutindo na imprensa internacional. 

Já Sergio Rezende, ex-ministro da Ciência e Tecnologia, comentou sobre o plano de ação da CT&I que vai ser aprovado este ano ainda na última reunião ordinária  do conselho de Ciência e Tecnologia, onde o presidente Lula fará o lançamento. 

Sugestões

14 agosto, 2023

Desenvolvido na UFPR por parceria internacional, magneto molecular Dy(pn)Cl pode ajudar a investigar o ambiente químico em torno […]

10 agosto, 2023

No último dia 03, aconteceu a posse da nova Direção do Setor Palotina, Gestão 2023 – 2027, com […]

09 agosto, 2023

O projeto de extensão “Pré-Vestibular Comunitário”, do setor Palotina da Universidade Federal do Paraná (UFPR), está com inscrições […]

07 agosto, 2023

A série “Cientistas do Brasil” é uma produção que mostra a ciência produzida por pesquisadores das Instituições Federais […]