Cidades do Norte Pioneiro pedem que a UFPR leve o curso de Medicina para a Região

16 setembro, 2013
11:59
Por Gustavo Santos
0
UFPR

Lideranças do Norte Pioneiro na Reitoria. Foto: Marcos Solivan

Prefeitos e vereadores de cinco cidades do Norte Pioneiro estão pedindo que a UFPR implante o curso de Medicina na Região. Uma comitiva, acompanhada pelos deputados federais Alex Canziani (PTB) e Nelson Padovani (PSC) esteve na Reitoria na manhã desta segunda-feira (16) para entregar um documento pedindo a criação do curso em Santo Antônio da Platina. O encontro para oficializar a solicitação reuniu representantes também das cidades de Ibaiti, Sapopema, Cambará e Barra do Jacaré, que juntas, têm uma população estimada em 500 mil moradores. Os visitantes foram recebidos pelo reitor Zaki Akel Sobrinho e pelo vice-reitor Rogério Mulinari.

Visitantes são recebidos pelo reitor e vice. Foto:Marcos Solivan


O pedido das lideranças do Norte Pioneiro vem num momento em que faltam médicos nas pequenas cidades brasileiras e que o governo estimula a vinda de médicos de outros países para trabalhar aqui. Outro motivo favorável é a intenção do MEC de abrir novos campi. A UFPR também tem como meta a descentralização, explicou o reitor aos visitantes.

Comitiva do Norte Pioneiro com reitor, vice e pró-reitores. Foto:Marcos Solivan

A UFPR vai criar uma comissão liderada pela pró-reitora Maria Amélia Sabbag Zainko, da Graduação, para estudar o pedido dos visitantes. De acordo com o reitor entre os itens a serem avaliados, estão o potencial econômico dos municípios e a contrapartida que oferecem para criar uma estrutura que atenda aos interesses das comunidades. Depois desse trabalho é necessária a aprovação pelo Conselho Universitário e só depois começam as gestões políticas em Brasília no Ministério da Educação e outros órgãos para que seja viabilizada a questão financeira.

Esse processo já foi concluído para a instalação de um campus em Jandaia do Sul, que começa a funcionar em 2014 com cinco cursos. A UFPR estuda no momento a criação do curso de Medicina em Toledo e de Engenharia em Aquicultura em Maripá, as duas cidades no Oeste do Paraná.

Para Zaki Akel Sobrinho, “onde uma universidade se instala provoca o desenvolvimento regional, atrai indústrias, gera mais emprego e muda a vida da comunidade.”

Sugestões

14 agosto, 2023

Desenvolvido na UFPR por parceria internacional, magneto molecular Dy(pn)Cl pode ajudar a investigar o ambiente químico em torno […]

10 agosto, 2023

No último dia 03, aconteceu a posse da nova Direção do Setor Palotina, Gestão 2023 – 2027, com […]

09 agosto, 2023

O projeto de extensão “Pré-Vestibular Comunitário”, do setor Palotina da Universidade Federal do Paraná (UFPR), está com inscrições […]

07 agosto, 2023

A série “Cientistas do Brasil” é uma produção que mostra a ciência produzida por pesquisadores das Instituições Federais […]