Artigo do Setor de Tecnologia sobre tratamento de esgoto garante à UFPR prêmio internacional

02 dezembro, 2014
08:27
Por Priscila
0
Ciência e Tecnologia

Artigo sobre tratamento de esgoto dá prêmio à UFPR.

Com o artigo científico “Higienização de lodo séptico submetido a 11 meses de estocagem prolongada” pesquisadores da UFPR acabam de conquistar o prêmio de melhor trabalho técnico. O reconhecimento, divulgado durante o XXXIV Congreso Interamericano de Ingenieria Sanitaria y Ambiental, promovido pela AIDIS, em Monterrey/México, reafirma a referência nacional do Paraná na área de gestão de lodo de esgoto, pois desenvolve pesquisas há mais de 30 anos, além de ter uma prática de reciclagem agrícola deste material.

Os autores do artigo – professores da UFPR Edilene Alcantara de Castro e Miguel Mansur Aisse – além da doutoranda Raquel Pinheiro Pompeo e do engenheiro Cleverson Andreoli (Sanepar/Isae), destacaram durante solenidade de premiação, realizada agora em novembro, “que o Paraná é modelo para vários estados brasileiros”.

Tratamento de Esgoto

Segundo esses pesquisadores, para que o lodo produzido no processo de tratamento de esgoto possa ser utilizado como adubo agrícola, vários cuidados são necessários, tais como a avaliação da presença de contaminantes e a adoção de processos de higienização que garantam a segurança ambiental e sanitária.

Além disso, a reciclagem agrícola depende da orientação de um técnico para fazer a recomendação agronômica, que determina as doses, a complementação com outros nutrientes, as áreas aptas, as culturas adequadas e os cuidados que devem ser adotados para a aplicação segura do lodo de esgoto como insumo agrícola. Esta prática é recomendada pela Agenda 21 e também pela Organização Mundial da Saúde, sendo o destino predominante do lodo nos países desenvolvidos.

Redução de Agentes

O lodo armazenado em estações de tratamento apresenta uma redução do conteúdo de agentes patogênicos, por processos naturais, tais como alteração de temperatura, redução da umidade do lodo, ação dos raios solares, competição microbiológica. A pesquisa apresentada no artigo avaliou a dinâmica da higienização considerando determinados procedimentos de estocagem, como o revolvimento e a cobertura das leiras de lodo.

A eficiência desses procedimentos ainda é avaliada, em prazos ainda mais longos, constituindo-se o tema da tese da doutoranda do Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Recursos Hídricos e Ambientais do Setor de Tecnologia da UFPR, que tem no elenco de disciplinas o tratamento de esgotos e gestão do lodo. As pesquisas foram financiadas pela FINEP e CNPq, através do edital Ação Transversal Saneamento Ambiental e Habitação (2009).

Por Celsina Favorito

Sugestões

14 agosto, 2023

Desenvolvido na UFPR por parceria internacional, magneto molecular Dy(pn)Cl pode ajudar a investigar o ambiente químico em torno […]

10 agosto, 2023

No último dia 03, aconteceu a posse da nova Direção do Setor Palotina, Gestão 2023 – 2027, com […]

09 agosto, 2023

O projeto de extensão “Pré-Vestibular Comunitário”, do setor Palotina da Universidade Federal do Paraná (UFPR), está com inscrições […]

07 agosto, 2023

A série “Cientistas do Brasil” é uma produção que mostra a ciência produzida por pesquisadores das Instituições Federais […]