Agronomia é o 1º curso da UFPR a receber acreditação pelo Sistema Arcu-Sul

24 setembro, 2013
18:41
Por Priscila
0
UFPR

Plantação da UFPR. Foto: Marcos Solivan


O primeiro curso da UFPR a receber uma certificação internacional concedida pelo Sistema Arcu-Sul é o de Agronomia. A acreditação anunciada semana passada pelo MEC tem validade por seis anos, ou seja, até 2019.

De acordo com o presidente da Comissão de Acreditação Internacional do curso de Agronomia da UFPR, João Batista Padilha Júnior, o reconhecimento simboliza não apenas a qualidade do curso, mas também a busca contínua por excelência acadêmica em ensino, pesquisa e extensão.

O curso de Agronomia, fundado em 1918, foi o primeiro do Paraná e um dos mais antigos do Brasil. Ele integra o Setor de Ciências Agrárias da UFPR e em seus 95 anos de funcionamento, destaca João Batista, “formou várias gerações de engenheiros agrônomos que contribuíram para que o Paraná e o Brasil se tornasse uma potência no agronegócio”.

O presidente da Comissão de Acreditação ressalta ainda, que o objetivo do processo desenvolvido pelo Sistema Arcu-Sul, é assegurar critérios regionais da qualidade dos cursos de graduação e contribuir para a promoção do desenvolvimento educacional, econômico, social, político e cultural dos países membros do Mercosul e estados associados. No Brasil, a acreditação do Arcu-Sul está sob a responsabilidade do Inep. Mais informações podem ser obtidas no site www.agronomia.ufpr.br

Celsina Favorito, com informações de Flaécia Gomes.

Sugestões

14 agosto, 2023

Desenvolvido na UFPR por parceria internacional, magneto molecular Dy(pn)Cl pode ajudar a investigar o ambiente químico em torno […]

10 agosto, 2023

No último dia 03, aconteceu a posse da nova Direção do Setor Palotina, Gestão 2023 – 2027, com […]

09 agosto, 2023

O projeto de extensão “Pré-Vestibular Comunitário”, do setor Palotina da Universidade Federal do Paraná (UFPR), está com inscrições […]

07 agosto, 2023

A série “Cientistas do Brasil” é uma produção que mostra a ciência produzida por pesquisadores das Instituições Federais […]